As vias de administração retal e vaginal são usadas para entrega local e sistêmica dos medicamentos e podem oferecer algumas vantagens únicas. Pertencem às vias de entrega transmucosal e, portanto, oferecem a vantagem de ultrapassar o metabolismo de primeira passagem. Ambas são usadas em entregas sistêmicas quando a via oral não está disponível, ou o medicamento em questão não é indicado para administração oral, entretanto são relativamente menos populares devido a sua natureza anogenital e aos aspectos de privacidade.